A MODELAR»IMUNIDADE & DICAS

IMUNIDADE & DICAS

8 de abril de 2020 amodelar 271 Views 0 comentário(s)

Hoje preparamos pra vocês um POST cheio de saúde & informações úteis.
Quem nos auxiliou nessa  matéria foi o Médico do Esporte|Ortopedista|Traumatologista Daniel Artiaga.
Fizemos algumas perguntinhas sobre vitaminas & imunidade, que vale a pena saber.
Vamos à matéria?

BANNER-VITAMINA-E-IMUNIDADE

P: Dr. Daniel, poderia nos dizer como funciona nosso sistema imunológico e o que afeta diretamente a baixa imunidade? Por exemplo: noites mal dormidas, alimentação?

R: O Sistema Imunológico é formado por um sistema complexo com grande número de células. Nesse sistema cada célula tem uma função. Basicamente, ao sermos infectados por um organismo estranho (chamado de patógeno), como um vírus ou uma bactéria, as células do sistema imunológico responsáveis pelo reconhecimento desse patógeno passam a atuar, como a primeira linha de defesa do sistema, englobando parte desses patógenos e consequentemente liberando informações (sinalizadores) ao nosso organismo de que algo está errado. Ao receber essas informações, imediatamente começamos a formação de anticorpos específicos contra os patógenos, esses anticorpos são altamente especializados no combate a infecção.

Para que o Sistema Imune funcione de maneira adequada todas as suas células devem estar ativas, a sinalização deve ocorrer de maneira efetiva bem com a produção de novas células realizada de maneira eficaz. Muitas são as situações que levam a resposta inadequada do Sistema Imune, uso de medicamentos imunossupressores, carência alimentar, situações de estresse contínuo como noites mal dormidas e exposição constante à diversos patógenos são algumas que podemos citar.
_______________________________________________________________________________________________________________________________

P: Nesses tempos difíceis do COVID-19, uma questão bastante relevante é sobre o aumento da nossa imunidade. Uma vitamina que está em evidência e em teste é a vitamina D. Já há alguma comprovação da eficácia dela no auxilio ao combate ao COVID-19?

R: Em relação a suplementação de vitamina D, cabe destacar que, a sua principal função está relacionada à absorção de cálcio pelo organismo, indivíduos que apresentam baixos níveis de vitamina D de maneira contínua em sua forma ativa (calcitriol) geralmente apresentam uma desregulação na absorção (cálcio) tendo como consequência entre outras a diminuição  da absorção (cálcio) pelos ossos. Assim como pacientes que apresentam níveis muito elevados de vitamina D passar a apresentar risco de toxidade pela mesma e hipercalcemia, havendo casos inclusive com necessidade de internação para controle. A vitamina D também tem implicações no sistema imunológico, de maneira secundária, porém muito importante, havendo correlação direta entre baixos níveis de vitamina D e imunossupressão. Assim sendo o seu uso deve se dar de maneira controlada respeitando as necessidades de cada indivíduo.

Em relação ao uso da suplementação da vitamina D como estratégia de combate ao Covid-19 até o momento há apenas um único estudo que aponta os benefícios apresentados pela suplementação em pacientes com insuficiência ou deficiência, porém os autores destacam que não há benefícios para aqueles pacientes que mantém níveis adequados de vitamina D no organismo.

_______________________________________________________________________________________________________________________________

P: A falta de vitamina D ocasiona algum sintoma no nosso organismo, ou só conseguimos descobrir a falta dela com exames específicos? Aproveitando, há algum risco em tomar a Vitamina D em excesso? Pode nos dizer quais? 

R: A deficiência de vitamina D não produz sintomas específicos, quando de maneira crônica sua deficiência pode provocar fragilidade óssea, com casos de fraturas por pequenos traumas, bem como o indivíduo pode apresentar quadro de infecções de repetição associada à imunodeficiência.
Como comentado o excesso de vitamina D pode provocar  hipercalcemia (aumento dos níveis de cálcio no sangue), que em determinadas situações podem ser graves.

_______________________________________________________________________________________________________________________________

P: Qual o conselho mais importante que você pode nos passar nesse momento tão delicado e cheio de dúvidas?

R: Esse é um momento novo e inesperado. Muitas são as incertezas que percorrem as nossas mentes fazendo com que as pessoas fiquem angustiadas e ansiosas. É importante salientar que todos os esforços estão sendo tomados pela comunidade científica em busca de respostas e de uma vacina que nos torne imunes ao vírus. Não há até o momento nenhuma medicação que provoque a cura de maneira definitiva, mas todas as medicações que se apresentaram de alguma maneira eficaz na ajuda ao combate ao vírus estão sendo testadas e utilizadas. Fica uma mensagem de ESPERANÇA na certeza que dentro de pouco tempo uma vacina será descoberta e utilizada em larga escala, mas que até lá o melhor a fazer é nos cuidarmos, evitarmos aglomerações, cuidarmos da nossa saúde de maneira vigilante é responsável.

_______________________________________________________________________________________________________________________________

P: E por fim, estamos vendo bastante na internet dicas de como fazer máscaras de proteção em casa. Pode nos dar uma dica de como usá-las e não perder sua eficácia?

R: As máscaras caseiras tem se mostrado eficaz na prevenção do contágio e por isso a sua importância. Elas devem ser amplas, cobrindo toda a boca e a região nasal, preferencialmente confeccionadas com tecidos novos e íntegros, evitando remendos, sua lavagem deve ser diária e ao utilizar lembrar sempre de nunca manuseá-las na parte de dentro que mantém contato com o rosto e lavar as mãos [após também]. 


‍‍Entrevistado:
Dr. Daniel Artiaga – Médico do Esporte|Ortopedista|Traumatologista
Instagram | @dr.danielartiaga

  • Compartilhe:

Deixe uma resposta

Quem faz

Lívia Manfrin A idéia da liberdade de assuntos que o blog da A Modelar proporciona é muito interessante, pois embora eu trabalhe com sapatos (e amo falar sobre as tendências da estação, dicas de moda e vitrinismo), também posso escrever sob...

Instagram

    Pinterest